Postagens

Economia 4.0 e tendências de mercado

Imagem
Neste tipo de economia o real e o digital se misturam, alinhando-se à tecnologias disruptivas (saiba mais em Runrun.it). O mundo vive a quarta revolução industrial conhecida como indústria 4.0. A primeira veio com a máquina à vapor, a segunda com a eletricidade, a terceira com a automação e a última com as novas tecnologias, como robótica, novos materiais (por exemplo o plástico), armazenamento de energia e big data. Todas elas moldaram a economia e não será diferente agora. As empresas tecnológicas estão cada vez mais ganhando mercado no lugar das tradicionais empresas de consumo e os impactos podem ser sentidos para aquelas que não estão preparadas. Para terem competitividade necessitam ter alguns elementos-chave, como impacto abrangente na sociedade com acesso a novos consumidores, estratégia a longo prazo alicerçada na sustentabilidade, talento para gerenciar as informações e as ferramentas e a aplicação de novas tecnologias nos modelos de negócios.

   Apenas com a eficiência no …

Como será o mundo pós Covid-19?

Imagem
Depende de como agiremos daqui para a frente! Mas será que é tão simples assim?
   Outras pandemias já assolaram as civilizações em períodos remotos e, possivelmente, novas ainda irão surgir. Uma das mais antigas epidemias atingiu a China há 5.000 anos atrás. Posteriormente, a pandemia mais conhecida foi a peste negra, depois vieram a praga russa, a grande praga de Londres, cólera, pandemia de gripe (vírus influenza), gripe espanhola, AIDS e, mais recentemente, gripe suína (H1N1), ebola, Zica vírus e SARS, entre outras. (Confira as 10 piores epidemias e Pandemias da historia)

  Ocorre que as pandemias estão estritamente ligadas às condições ambientais. Como neste caso, em que o efeito das providências tomadas em virtude da Covid-19, como a paralisação das indústrias e dos deslocamentos, pode estar contribuindo mais para salvar vidas pela prevenção da poluição, do que pela própria ausência do vírus. Pelo menos é o que está ocorrendo na China, onde os níveis de poluição do ar normalmente …

Governança para a Sustentabilidade

Imagem
A transição para um mundo sustentável é um processo de mudança que demanda a integração de diferentes formas e naturezas, do global ao regional, das formas de produção e organização das atividades humanas, das regras, valores, leis, comportamentos e formas de viver. São muitos os agentes que participam desse processo. É importante saber qual é o papel das instituições e como elas se organizam para atingir uma dinâmica que nos levem a economia circular. Assista o VÍDEO sobre o assunto.
   Para compreendermos melhor o que é governança podemos citar a corporativa, que é um sistema composto por processos, condutas, costumes e políticas a partir do qual uma instituição é administrada e monitorada. O sistema também engloba o alinhamento dos interesses dos parceiros e por isto as práticas da governança corporativa não devem buscar o lucro a qualquer custo, mas sim satisfazer todas as partes interessadas no negócio. Essas partes são os gestores, colaboradores, fornecedores, investidores, cr…

As novas tecnologias a as reais necessidades

Imagem
O mundo atual desenvolve a cada dia novas tecnologias que prometem melhorar a qualidade de vida das pessoas, resignificar as necessidades e criar tendências inovadores. Na realidade, apesar da disponibilidade das novas tecnologias, muitas vezes falta ainda acessibilidade a elas. Ou então elas não atendem as necessidades biológicas mais básicas. Outras, porém, impactam positivamente os cidadãos e trazem benefícios sociais, econômicos e ambientais. Espera-se que se tenha uma conexão entre as reais demandas e a progressão de novas invenções.
   O mercado cria suas próprias demandas e a ciência desenvolve os produtos nas diferentes áreas, desde a agricultura e medicina até a robótica e nanotecnologia. Algumas tecnologias foram capazes de mudar a vida das pessoas, como as impressoras 3D, a edição dos genes humanos, o estoque e a produção de energia solar, processos menos onerosos de dessalinização e a internet das coisas (VEJA AQUI), enquanto outras não surtem efeito algum no dia-a-dia d…

Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL)

Imagem
O Mecanismo de Desenvolvimento Limpo é um instrumento implementado pelo Protocolo  de Quioto para ajudar no processo de redução da emissão dos gases de efeito estufa (GEE) e serve para auxiliar os processos de sequestro de carbono da atmosfera. O objetivo do MDL é auxiliar os projetos dos países em desenvolvimento a alcançarem suas metas de desenvolvimento sustentável estabelecidas no protocolo.
  Os projetos de MDL podem ser baseados em diversas áreas, sendo as mais representativas de inovação energética (energia limpa e renovável), reflorestamento, elevação da eficiência produtiva, redução de resíduos entre outras. Clique em VERDE GHAIA para ver a lista de setores que podem receber projetos de MDL.
   Precisam ser realizados de acordo com as metodologias aprovadas por Entidades Operacionais Designadas (EODs) e serem registrados e validados pelo conselho executivo. Uma metodologia aceita nos projetos é a ISO 14001, mas segundo a Imaflora outras metodologias podem ser utilizadas, com…

Zoneamento Agroecológico da Cana-de-Açúcar e Renovabio

Imagem
O presidente Jair Bolsonaro sancionou um decreto, no ultimo dia 6, revogando a proibição da expansão do cultivo de cana-de-açúcar em três regiões sensíveis do Brasil, os quais pertenciam ao chamado zoneamento agroecológico (ZAE).
   O zoneamento, de setembro de 2009, elaborado pela Embrapa, estabelece as regiões aptas à expansão da cana-de-açúcar. O estudo exclui três áreas dessas regiões, por terem características ambientais importantes, que são a Amazônia, o Pantanal e Bacia do Alto Paraguai (BAP), onde nascem os rios pantaneiros. Os objetivos do zoneamento são fornecer subsídios técnicos para formulação de políticas públicas visando à expansão e a produção sustentável de cana-de-açúcar no território brasileiro. Acesse o ZAE na íntegra em MMA.gov.br.
   O Brasil adotou o zoneamento como diferencial competitivo, para tornar-se um líder na exportação de biocombustíveis, excluindo regiões que eram frágeis ambientalmente e que também apresentavam desafios logísticos ou clima inadequado…

Luto Ambiental

Imagem
Ato “Finados Ambiental” defende a vida e o meio ambiente
   A ação, planejada por organizações da sociedade civil, destaca os impactos ambientais em florestas, mas e rios e na vida da população causados por descasos de gestores. Veja mais sobre esta ação em SOSMA.
Infelizmente o Brasil está vivendo uma tragédia ambiental de proporções épicas. Desde o início do ano se somam acontecimentos de proporções gigantes que abalaram a população e a comunidade científica. A começar pela tragédia de Brumadinho, em Minas Gerais, no mês de janeiro, com o rompimento da barragem que deixou mais de 121 mortos, 226 desaparecidos e muitos desabrigados. Relembre a notícia AQUI.
Além das perdas humanas, a lama contaminada dizimou a vida no Rio Paraopeba que, segundo a Fundação SOS Mata Atlântica, está morto no trecho que corta Pará de Minas. Confira a notícia na íntegra em JORNAL DA USP.

  Após alguns meses de “luto ambiental” outro acontecimento marcante, em agosto deste mesmo ano, chamou a atenção de todo …