Você sabe o que são os bunkers?

  São abrigos subterrâneos fortificados, feitos para resistirem a projéteis de guerra. Um bunker muito conhecido na Segunda Guerra Mundial foi o de Adolf Hitler na Alemanha e mais atual de Saddam Hussein no Iraque, construído no subsolo do palácio presidencial. Esses redutos se popularizaram nos Estados Unidos durante a Guerra Fria.

  Recentemente o presidente norte-americano Donald Trump passou quase uma hora escondido em um bunker localizado no subsolo da sede do governo, projetado para emergências como atos terroristas, devido a protestos de manifestantes, leia mais.

  Atualmente muitos bunkers estão sendo construídos pelo mundo para diversas funções, como para a proteção contra tornados e furacões. Algumas pessoas esperam o fim do mundo, outras se preparam para as mudanças climáticas e algumas já se utilizam dessa tecnologia para se protegerem da recente pandemia do novo coronavírus. Eles são construídos para manterem seus ocupantes a salvo do que esteja acontecendo na superfície e devem estar a pelo menos dois metros de profundidade.

  Funcionam como um “buraco blindado”. São construídos com paredes grossas de concreto armado e muito aço, a ventilação é realizada por meio de respiradores simples ou por sistemas de ar condicionado e saídas de ar junto ao teto e ocorre o reaproveitamento da água utilizada. A despensa é abastecida preferencialmente por alimentos não perecíveis e desidratados. Conta também com um estoque de ferramentas, utensílios e kits de primeiros socorros. Para evitar ficar sem energia elétrica há um gerador ou baterias estocadas. O lixo é armazenado em um contêiner vedado e os resíduos do banheiro vão para uma fossa séptica. A comunicação em um local como esse só pode ser feita através de antenas de rádio ou satélite. Clique aqui para saber mais como funciona.

  Cresce a procura de milionários por bunkers luxuosos e já existem empresas especializadas neste tipo de construção, que transforma silos usados para armazenar antigos mísseis nucleares em estruturas de luxo. A “Arca de Noé Moderna” como é chamado. O cliente pode escolher entre meio andar ou o silo todo (15 andares) e customizá-lo. Alguns podem abrigar até 800 pessoas e contam com estruturas nada convencionais, veja os detalhes.

  Na iminência de um apocalipse agrícola foram construídas pela Noruega três abóbadas subterrâneas no extremo norte do planeta para armazenar as sementes de todos os alimentos do mundo. Conhecida como “bunker do apocalipse” na verdade é uma das maiores iniciativas de conservação ambiental e segurança alimentar do mundo. A intenção é evitar uma possível perda da diversidade de colheitas e proteger os alimentos, incluindo grande variedade de cereais e legumes. A estrutura pode resistir as mudanças climáticas, guerra nuclear, atividades vulcânicas e terremotos e pode preservar as sementes durante séculos. Os países enviam suas amostras a Svalbard, onde são armazenadas quase que infinitamente. Desta forma poderá se garantir cultivos ameaçados pelo clima e a alimentação em países em desenvolvimento, onde está a maior parte da diversidade. Segundo a FAO (Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação) dois terços da diversidade genética dos cultivos agrícolas já se perderam e por isso é importante guardar amostras para o futuro, veja em Exame.

  Se alguém se animar em investir em um bunker saiba que ele pode ser um complexo cheio de tecnologias de ponta, preparado para todos os cenários possíveis; ou um ambiente simples, com o mínimo necessário para sobreviver.

 Profa. Fernanda de Freitas Borges

Imagem 01 - Site CNN Brasil
Imagem 02 - Site Exame
Desenvolvimento - Comunicação Fatec Jaboticabal
Texto - Fernanda Borges

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL)

Como será o mundo pós Covid-19?

Produção de Energias Limpas